Dinheiro e Felicidade

Feliz Ano Novo, de novo!

Home  >>  Meu dinheiro  >>  Feliz Ano Novo, de novo!

Feliz Ano Novo, de novo!

On março 2, 2017, Posted by , In Meu dinheiro, With No Comments

3 dicas para uma verdadeira renovação.

Começar esse 1° de março desejando feliz ano novo é um chamado ao entusiasmo, à coragem, à determinação para ter um ano produtivo, renovado e feliz. São votos típicos de 1° de janeiro mas, passadas as festas de final de ano, se não implementarmos algumas práticas, como as 3 dicas que eu vou entregar daqui a pouco, o ano novo pode ficar com cara de velho, e o 1° de janeiro, março ou dezembro podem ser bem parecidos com os do ano que ficou para trás.

Antes das 3 dicas prometidas, quero dividir com quem está me lendo uma das cenas mais marcantes do meu curso de formação em Coach Financeiro: meu mentor pegou sua caneta e anotou numa folha em branco do flip chart a contagem média de todas as paradas que fazemos no Brasil para feriados e finais de semana. De maneira simples e rápida, ele provou que cerca de um terço do nosso ano se perde com essas pausas, comprometendo a nossa produtividade e elevando nossos custos. Na nossa cultura, o ano produtivo só começa depois do Carnaval, e ainda vai parar muitas vezes; por isso precisamos de estratégias para aproveitar ao máximo o tempo e a energia que temos disponíveis.

Dica n° 1 – escreva seus objetivos

O ato de escrever de próprio punho tem uma certa magia, como transferir para o papel parte da vida que corre no sangue. Pense no seu sangue se transformando em tinta e coloque no papel as coisas que você realmente deseja. Seja específico, dimensione, estabeleça metas e prazos. Anote não somente o que você quer, mas também o porque quer: todo objetivo associado a um propósito elevado tem muito mais chances de ser alcançado. Escrever objetivos é uma arte. Como quero passar às próximas duas dicas, vou deixar um pequeno roteiro:

  • especifique o objetivo [o quê]
  • associe o(s) propósito(s) [porquê(s)]
  • motive-se [sonhe]
  • prepare-se [pergunte-se: o que pode me impedir?]
  • aja! [traga da mente para o mundo real]
  • repita! [refaça todas as etapas até concretizar]

Se você não escreveu seus objetivos para 2017, escreva agora; se esqueceu deles no Carnaval, pegue suas anotações de final de ano e retome seus planos.

Dica n°2 – planeje e execute

Como terminei a primeira dica falando de planos, começo a segunda afirmando que o planejamento é a melhor forma de usar o tempo com objetividade.

O dia a dia é repleto de tarefas circunstanciais e distrações que não cooperam com nossos objetivos, que são o que dá valor à vida. Assim, o planejamento, seguido pela execução, são essenciais  para “salvar” nosso tempo das banalidades e direcioná-lo para a materialização dos nossos sonhos.

Definir os objetivos (dica n° 1) deve ser prontamente complementado por planejamento, seguido pela execução. Veja um exemplo:

objetivo: melhorar a saúde.
plano de ação: fazer exercícios regularmente.
quando: segundas, quartas e sextas, por 30 minutos.
onde: na academia, antes de seguir para o trabalho.

Aplique o modelo do exemplo aos seus objetivos e veja novos resultados no seu novo ano.

Dica n° 3 – monitore a execução

Para conquistar efetivamente um objetivo, depois de aplicar as dicas 1 e 2, é preciso monitorar honesta e constantemente o progresso do processo.

O monitoramento pode ser feito por outros (um coach ou um mentor) ou por si mesmo (automonitoramento), mas deve ser feito efetivamente, para que se possa ajustar, adequadamente, comportamentos e estratégias. Aqui cabe uma nota: poucas pessoas são capazes de obter somente com automonitoramento o mesmo nível de resultados obtidos quando optam por receber feedback e suporte externo.

A exemplo do que fiz para a dica n° 1, segue um roteiro simplificado para aplicação do monitoramento:

  • estabelecer a frequência de avaliação do progresso das ações e resultados em relação ao objetivo. Exemplo: para o meu objetivo de eliminar 10 kg ao longo de 10 meses, vou fazer a pesagem semanal, quinzenal ou mensalmente?
  • determine se irá avaliar seu progresso de forma autônoma ou recorrerá ao apoio de outra pessoa (amigo, coach ou mentor).
  • inclua no planejamento e/ou use lembretes para os momentos que fará a (auto)avaliação. (As sessões de coaching ou mentoring atendem, automaticamente, esse ponto).
  • foque sempre no que falta conquistar, para manter a objetividade. Os primeiros resultados positivos (para o exemplo anterior: eliminar os primeiros 5 kg, do objetivo total de 10 kg) podem provocar um relaxamento e impedir a conquista definitiva. (o monitoramento externo também é muito útil no aspecto foco).

Simplifiquei bastante para não me alongar demais neste post, mas o processo não tem muito mais detalhes. O que foi escrito, acredito, é o suficiente para dar uma dimensão do desafio e impulsionar quem fez toda a leitura a dar o primeiro passo. Estou disponível para ampliar as dicas, se você tiver interesse.

Quem esperou o Carnaval terminar, tem um ano de apenas 10 meses pela frente, mas o entusiasmo típico do brasileiro com suas festas pode ser redirecionado para seus projetos e, no final, encontrar a alegria também característica do nosso povo. Vamos recomeçar?! Feliz ano novo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *